"GRAFENIZE-SE"
HACKEANDO TECIDOS COM GRAFENO
Tecidos Modificados com Grafeno. Venha aprender como aplicar o supermaterial em seus projetos têxteis e também no segmento de moda. Exclusivo e Inédito no Brasil. Curso teórico e prático. Apresentação dos melhores experimentos com tecidos e Grafeno realizados na atualidade. Os alunos aprenderão na prática a desenvolver tintas e fios condutivos utilizando Grafeno, para trabalhar e modificar têxteis. Vagas limitadas.
SOBRE O GRAFENO NA MODA

O Grafeno é composto por um conjunto de átomos de carbono aglomerados em uma estrutura hexagonal compacta e bidimensional. O Grafeno é extremamente fino, durável, impermeável, flexível e transparente. Embora as aplicações mais espetaculares e avançadas do Grafeno sejam no campo da eletrônica, com as novas tecnologias e pesquisas científicas ele está surgindo para o mercado da Moda e sendo aplicado diretamente nas roupas. Os cientistas conseguiram otimizar as características do depósito de Grafeno sob tecidos de poliéster e agora estão em busca de modificar sua superfície com platina e explorar as novas possibilidades.

O Grafeno pode ser fabricado de duas formas: em folha ou em pó. Na forma de folha ele é muito utilizado na eletrônica, como em telas flexíveis, sensores e outros dispositivos que estão sendo desenvolvidos. Já o Grafeno em pó é utilizado para ser integrado em materiais plásticos, resinas e vernizes, para alterar as propriedades físicas do material, aumentar a condutividade, e melhorar as propriedades mecânicas ou térmicas. Assim, o material que recebe o Grafeno adquire a capacidade de conduzir corrente elétrica e pode transmitir o calor de uma área para outra. O Grafeno em pó pode ser incorporado em uma tinta, verniz ou polímero, e aplicado em uma grande variedade de produtos - como por exemplo, ser injetado em peças de plástico de veículos, em tubos de energia solar térmica, ou para a produzir caixas de computadores. A descoberta do Grafeno e seus derivados abriu uma nova era nos campos da Física, Química, e da ciência dos materiais. A tudo isso, se unem as vantagens dos matérias têxteis sobre os materiais convencionais, tais como a flexibilidade, boas propriedades mecânicas, leveza, e uma extensa área de superfície.

No setor têxtil encontramos uma combinação dos elementos com propriedades complementares e as mais variadas aplicações. Também no campo do vestuário, o Grafeno em pó já está sendo usado em calçados para aumentar a condutividade elétrica do material que o compõe e também para produzir botas de segurança que possam dissipar a eletricidade estática que é gerada ao caminhar. Por todos esses motivos é necessário debater sobre a inclusão do grafeno em projetos têxteis, já que a partir desta maravilhosa combinação é possível desenvolver aplicações incríveis para o segmento da moda.


Made on
Tilda